{Laboratório} Freya Stormborn

Ir em baixo

{Laboratório} Freya Stormborn

Mensagem por Freya Stormborn em Ter Jan 30, 2018 9:14 pm

O laboratório
A aparência exterior do laboratório de Freya era simples. Com dois andares, era feita de uma madeira escura desconhecida, assim como a porta, e possuía janelas rusticas na primeira parte do ambiente, garantindo uma boa iluminação durante o dia. Um constante perfume de flores de lótus se fazia presente no ambiente e intrusos começavam a sentir os efeitos nocivos equivalentes a ingestão das flores - como alucinações, dependencia e companhia. Durante a noite, o lugar era iluminado por tochas que não emitiam fumaça. Nesta antesala, haviam poltronas e puffs espalhados, seja lá para quem o que fossem realmente, visto que a semideusa raramente tinha convidados aqui. Uma escada em espiral levava ao andar superior e, na parede oposta a porta de entrada, havia uma outra porta.

Ao cruzar esta porta, a pessoa deparava-se com uma área com quatro altares. Iluminado apenas por tochas que não emitiam fumaça, era possível ver que os dois altares a frente eram dedicados a Nyx e Érebos, nesta ordem. Na parede da esquerda, ficava um altar dedicado a Hécate e na direita um dedicado, por algum motivo qualquer, a Psique. O cheiro de tal ambiente era claramente proveniente de incensos que queimavam nos altares, misturando-se com sangue e cheiro de algo que havia sido queimado ali, tal como sangue.

Mas é no andar superior que realmente fica o laboratório. Na primeira etapa do segundo andar, um caldeirão estava localizado sob uma lareira, com uma chaminé que levava a fumaça para fora do ambiente. Prateleiras e estantes eram espalhadas pelas paredes, com livros de alquimia, frascos e materiais para poções organizadas sistematicamente por tipo, cor, tamanho e qualidade. Duas mesas ficavam no centro do ambiente, cada uma com um objetivo diferente. A da esquerda continha folhas de pergaminho e papiro, tintas para escrever e penas, dedicada para pesquisa e criação de projetos, magias e rituais. Já a mesa da direita era livre de quaisquer coisas em cima, por sua vez destinada a encantar e preparar outros itens semelhantes.

A segunda parte, após uma porta a direita de quem subia a escada, era destinado a rituais e havia sido criada pela mãe da semideusa para se adaptar as necessidades da semideusa. Uma claraboia no teto permitia a entrada da luz lunar e solar, também podendo ser aberta para entrar diretamente e encher o centro do ambiente com sua luz pura. Símbolos arcanos e runas de contenção haviam sido traçados nas paredes, porta e janelas, além de na própria claraboia e teto, para proteção. Boa parte das estruturas para rituais, no entanto, aparecia quando era preciso. Facas, correntes, camas, cordas...
 
Dados

۞ Destinado apenas a produção dos itens, encantamentos, criação de magias ou rituais, realização de rituais e semelhantes. Para pedidos ou compra de itens já prontos, clique aqui e será redirecionado ao lugar correto.
۞ Postagens liberadas para Freya Stormborn e Astaroth Moonlight, onde este último normalmente se junta a companheira para rituais.
۞ O ambiente é protegido por barreiras mágicas lançadas por Nyx e Hécate, que impedem quaisquer energias arcanas ou míticas de escaparem de seu interior.

Ny Nymphea




avatar
Freya Stormborn

Mensagens : 49
Dracmas : 1117
Data de inscrição : 15/09/2017

Ficha do personagem
HP:
350/350  (350/350)
MP:
367/367  (367/367)
Mochila de Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Laboratório} Freya Stormborn

Mensagem por Freya Stormborn em Sab Fev 03, 2018 11:03 pm

The Hight Priestess of Night
Bissexual | Prole de Hécate | Sacerdotisa de Nyx
Após pegar com Hinata minhas encomendas e ver-lhe indo embora irritada, o que me causou uma satisfação profunda por ver que ela ainda lembrava e estava incomodada por ter sido trocada, me despedi das duas Sacerdotisas que ainda estavam e fui para o laboratório para trabalhar efetivamente nas armas que havia encomendado. Queria que as espadas fossem algo mais do que simples armas, que simples presentes. Elas deveriam ser armas que ele sentisse orgulho de empunhar e que fossem-lhe uteis. Para tal coisa ser possível, iria encantar elas de modo que se tornassem armas únicas e especiais, que nunca haviam sido vistas antes no Acampamento Meio-Sangue, e a preparação já havia se iniciado no momento que o rapaz me aceitou como sua garota, mesmo sem termos oficializado oficialmente o relacionamento.

Havia convencido-o a me dar dois frascos medianos com sangue, o que, admito, fiz algumas horas de sexo. Para que o sangue? Precisava dele para criar uma ligação entre o semideus e as armas, para que jamais se perdessem ou lhe fossem tomadas. Também iria conferir a cor avermelhada que desejava para ambas as armas. Além de tal elo, queria tornar possível que ambas fizessem com que ferimentos que ele causasse em inimigos pudessem curar as feridas que meu belo Astaroth houvesse recebido, o que com certeza acalmaria parcialmente meu coração aflito quando ele se arriscava em combate. Claro que não era o suficiente para me deixar de fato tranquila, mas já era um começo. Se isso era o suficiente para mim? Não, não era. Precisava de mais poder de fogo nas armas. Não literalmente em ambos os casos, claro, mas bem próximo da verdade no que se referia a Soul of Darkness. Spirit of Darkness seria encantada com Gelo e Soul com gelo, de modo que o resfriamento e queimadura rápida de um inimigo podiam causar ainda mais dano a um oponente devido a elevação e queda de temperatura repentinas em uma área. Sim, seriam armas que se bem usadas poderiam ser mortais nas mãos do Cavaleiro. Era o que eu desejava e o que daria para ele.

(...)
Quando cheguei ao segundo andar, fui primeiramente a ala de rituais para começar os preparos das coisas. Desenhei um pentagrama no chão com giz vermelho, ascendendo velas negras em cada ponta da estrela e colocando a primeira espada no centro do circulo. Cortando minha mão com a adaga de bronze, molhei toda a lamina, cabo e guarda mão com a arma. Então fui para fora do circulo e comecei a entoar um encantamento em latim, com os cotovelos dobrados na cintura e mãos voltadas para cima. O circulo diante de mim começou a brilhar, primeiro devagar e timidamente, depois com mais intensidade, transmitindo calor. A luz, vermelha, começou a rodopiar e produzir correntes de vento, fazendo meus cabelos flutuarem ao redor da face. O cheiro de sangue queimando chegou as minhas narinas, conforme o metal absorvia e queimava o mesmo. Estava dando certo. Elevei um pouco a voz conforme entoava o encanto e apenas quando o circulo voltou a ficar escuro e quieto que parei. A arma já havia mudado de cor e eu sentia a aura mágica vindo dela. Peguei-a com todo cuidado do mundo e conjurei uma magia que minha senhora havia me ensinado sobre ela, que permitia unir o ritual e ela para sempre. Em seguida, utilizei Encantar com Chamas na Arma e novamente uni a arma. Mas ainda havia alguns retoques finais a fazer antes de dar a primeira arma como pronta. Pegando o primeiro frasco de sangue e, entoando um encantamento, molhei toda a arma com sangue do semideus. Calor, mais cheiro de sangue queimando e sentia a magia aquecendo minha face. Quando terminei, a arma efetivamente possuía duas cores bem distintas e claras. Uma pequena mesinha, que surgiu próxima a saída, continha uma esponja, água e um tecido fino. Usei a esponja úmida - porém não encharcada - para limpar toda a arma e o pano para secar-lhe. Foi quando transformei o anel em arma e o coloquei em meu bolso.

Desenhei outro pentagrama mágico no chão e ascendi as velas, colocando na mesma posição. Com exceção do encantamento elemental, repeti todos os feitiços e rituais da arma. Esta arma foi encantada com gelo, trocando a sensação de calor da anterior por uma sensação de frio próxima a face. Unir novamente a arma e a magia foi especialmente cansativo para mim, uma consequência do acumulo de magias usadas sem canalizador em pouco espaço de tempo. Limpei, cansada, ambas as armas e guardei. Agora restava apenas presentear meu amado, mas antes eu tinha que descansar e tomar um banho, para remover o suor que não havia notado antes e a expressão de exaustão em face.

Encantamentos Usados:
۞ Permanencia. Permite transformar um efeito temporario de magia em permanente. Assim, um item que recebeu Permanencia após ser encantado com chamas, por exemplo, mantem aquela característica sem limite de tempo máximo. A energia gasta com o encantamento e esta magia podem ser recuperadas normalmente e é possível também transformar maldições em permanentes com uso dessa habilidade. (15 PM)

۞ Arma Vampírica. Um encantamento que exige um ritual, onde arma é banhada em sangue da própria semideusa a meia noite e oferecida a deusa Nyx. O sacrificio de sangue para molhar a lamina deixa-a com uma cor avermelhada, simbolizando agora que é uma arma de natureza vampírica, e parte dos danos infligidos pela arma curam o usuário legitimo da arma. O valor de cura é proporcional ao dano, sendo sempre igual a 2%. (50 PM)

۞ Encanto do Retorno. Com um pouco do sangue do dono da arma, Freya pode criar um elo espiritual e físico da arma com seu dono. A arma sempre retorna a pessoa com quem foi ligada após um turno, sendo impossível perde-la e, quando alguém lhe toma, ela também regressa a menos que seja retirada por uma divindade. Caso a arma tenha uma forma disfarçada, ela retorna para você nesta forma e em algum lugar apropriado - bolso para canetas ou cadernos de bolso, dedo para anéis e etc. Caso a arma não possua forma disfarçada, volta para dentro da bainha ou surge adjacente ao dono, o que for mais apropriado para não lhe ferir. (45 PM)

۞ Encantar com Chamas. Encanta um determinado item com o poder das chamas, tornando-o flamejante. Armas passam a causar dano por fogo, infligindo queimaduras e aumentando o dano base da mesma em +5. Armaduras, escudos e amuletos passam a conferir resistência ao elemento fogo, reduzindo o dano recebido em 5 desde que seja do elemento fogo. Armas que disparam projeteis passam a conferir essa propriedade aos disparos automaticamente. As chamas dessa magia são magicas para fins de redução de dano. (25 PM)

۞ Encantar com Gelo. Encanta um determinado item com o poder do gelo, tornando-o congelante. Armas passam a causar dano por gelo, infligindo hipotermia e aumentando o dano base da mesma em +5. Armaduras, escudos e amuletos passam a conferir resistência ao elemento gelo, reduzindo o dano recebido em 5 desde que seja do elemento gelo. Armas que disparam projeteis passam a conferir essa propriedade aos disparos automaticamente. O gelo dessa magia é mágico para fins de redução de dano. (25 PM)

Atualizar em Astaroth:
Spirit of Darkness. [Uma espada longa de ferro estigio e prata luna, de fio duplo com ondulações próximas ao seu cabo e guarda-mão e com coloração vermelha e negra. Seu guarda mão foi forjado para lembrar um dragão com asas abertas, com o cabo fino terminando em garras draconianas. A arma possui, da ponta da lamina a ponta do cabo, setenta e cinco centímetros de comprimento e é bastante leve e equilibrada. O material foi temperado e cuidadosamente trabalhado para dar o máximo de resistência possível a arma. Se transforma em um anel de Ferro Estígio e sempre retorna ao semideus. Causa +5 de dano por fogo e pode provocar queimaduras.]

Soul of Darkness. [Uma espada longa de ferro estigio e prata luna, com lamina levemente curvada e fio único afiada e com coloração vermelha e negra. Possui as mesmas medidas de sua "irmã gêmea", setenta e cinco centímetros. É bem leve e equilibrada, mas sem perder o poder de danos da categoria, sendo ótima para o estilo de combate de Astaroth que mesclava força e velocidade nos ataques. Também temperada para ser bastante resistente, é uma elegante e bela com seus detalhes lembrando também um dragão - a asa no guarda-mão, a cabeça e o design do cabo. Se transforma em um anel de Ferro Estígio  e sempre retorna ao semideus. Causa +5 de dano por gelo e pode causar Hipotermia.]





avatar
Freya Stormborn

Mensagens : 49
Dracmas : 1117
Data de inscrição : 15/09/2017

Ficha do personagem
HP:
350/350  (350/350)
MP:
367/367  (367/367)
Mochila de Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Laboratório} Freya Stormborn

Mensagem por Érebos em Dom Fev 04, 2018 4:10 pm


{Avaliação }
Tenho que dizer que tenho inveja de meu tenente e que você é uma garota um tanto má, minha querida filha adotiva.

 Gostei da forma como descreveu o post, os motivos e os pensamentos da criação da arma, assim como o cansaço causado por tal ato.


Recompensa:  80*6 = 480 XP e 115*6=690 dracmas.
avatar
Érebos

Mensagens : 17
Dracmas : 2644
Data de inscrição : 09/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Laboratório} Freya Stormborn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum